O medo de perder, por mais incrível que pareça, é uma das coisas que considero mais importantes quando sento para jogar uma partida sancionada. Sempre que encaro alguma situação envolvendo risco de fracasso, tenho como mindset tentar encara-la como se não houvesse esse risco. Pensar dessa forma pode parecer estranho para os mais cautelosos e loucura para os que pensam no pior cenário possível para evitar frustração caso ele aconteça. O que percebi ao longo dos meus 12 anos jogando é que, quanto mais certeza de vencer, mais fácil é encontrar decisões que te levam à vitória.

 

Vamos começar com um cenário: você senta para jogar a primeira rodada da sua FNM e na sua frente, alguém que considera mais experiente. Neste momento, as pessoas tendem a aceitar mais facilmente a derrota, por estarem jogando com alguém que consideram mais preparado. Só de pensar na derrota como o resultado mais provável, você deixa de enxergar as possibilidades de avançar na partida para se concentrar no que está dando errado no seu jogo, já que na sua cabeça o oponente tem mais chances de vencer. Traduzindo isso para decisões in-game, deixamos de mulligar mãos ruins e aceitamos a resolução de magias sem conferir todas as possibilidades de resposta. O sequenciamento e otimização do uso dos nossos terrenos acabam ficando de lado, nossa atenção às ações suspeitas do oponente fica prejudicada etc. A lista de erros pequenos que são causados pelo mindset da derrota é gigante. Porque a sua cabeça pensa que vai perder e isso reflete na forma como encara a partida.

Infelizmente, sentir medo não é uma coisa que possa ser desligada quando você não o deseja, mas existem algumas formas de lidar com ele quando está em uma partida.

1- Olhe para o game state e pergunte-se: “O que eu faço para ganhar esse jogo?”.

Quando você deixa-se dominar pelo mindset da derrota, é comum pensar em sobreviver em vez de vencer. Um exemplo disso é fazer bloqueios ruins sem necessidade de estar sacrificando seus bichos para salvar seus pontos de vida. Já vi muitos jogadores darem chump block (quando você bloqueia com uma criatura que morre para a atacante sem matar a criatura do inimigo, preservando seus pontos de vida), sem necessidade, por temerem criaturas grandes, sem perceberem que tem tantos pontos ataque na mesa quanto seu oponente, só que distribuído entre mais criaturas. Perder criaturas sem analisar se matamos o oponente antes de nossos pontos de vida acabarem é um erro comum quando jogamos com medo de perder. A partir do momento que nos perguntamos “O que eu faço para ganhar essa partida?” antes de cada decisão do jogo, acabamos minimizando os riscos de fazer uma jogada errada.

2- Jogue como sempre tivesse a resposta para as cartas do seu oponente, mesmo se não tiver.

Algo comum entre jogadores menos experientes é expressar reações desnecessárias quando seus oponentes fazem uma jogada difícil de contornar. Se o seu oponente resolve um Tarmogoyf e você reage com uma expressão facial ou falando algo que de a entender que você não tem como lidar com essa carta, acaba dando informações sobre o que tem na mão. O indicado é sempre manter a famosa poker face ou manipular suas reações de forma que o seu oponente leve em conta uma informação errada para tomar decisões.

3- Não conceda antes do jogo terminar.

Além da experiência que você perde ao conceder antes de realmente perder. Nossa cabeça não é nada confiável para analisar todas as possibilidades e prever 100% de chance de derrota. Obviamente, existem estados em que é possível saber que não há mais como você voltar para o jogo, mesmo que seu oponente compre apenas terrenos e você compre todas as respostas. Mas, tirando casos onde o jogo está claramente perdido, jogue até o fim. Mesmo que para você ganhar, seu oponente precise comprar 3 terrenos seguidos e você 3 remoções seguidas, se existe essa possibilidade nas cartas dentro dos baralhos, o jogo ainda não acabou.

Além dessas 3 dicas, existem inúmeras coisas que você pode considerar para não deixar o medo tomar conta do seu jogo. Mas muitas dessas coisas são pessoais e acabam mudando de jogador para jogador. Uma atitude que eu tenho (que pode ser vista como babaquice por outros jogadores) é sempre agir como se eu tivesse certeza que vou ganhar todas as partidas do dia. Isso motiva-me a dar o meu melhor e aumenta as chances dos meus oponentes entrarem em um estado de mindset da derrota. É impossível a pessoa ter a mesma postura contra alguém que chega na loja e fica quieto num canto esperando o campeonato e alguém que chega na rodinha e fala “Hoje eu vim pra fazer x-0”. Saber que seu oponente está ali para ganhar e não só para jogar, muda totalmente a forma como encaramos uma partida. Magic vai muito além de fazer as jogadas certas. Ter consciência disso e saber como usar suas atitudes para aumentar suas chances de vitória faz parte do desenvolvimento como jogador.

Espero que essas dicas tenham contribuído de alguma forma para te tornar um jogador melhor. Este é o primeiro artigo que escrevo sobre Magic e ficaria feliz em receber dicas e sugestões, visando sempre melhorar o conteúdo que farei para o site. Desejo um bom ano a todos e fiquem ligados, pois teremos muitos conteúdos aqui na manafix.net .

 

 

Anúncios