Olá amigos! Mais uma vez o GW tokens venceu um GP e nesse caso, era mesmo a melhor escolha para o torneio. Vamos analisar o motivo. O formato Standard (Padrão) é composto por vários decks que se agrupam em vários arquétipos, cada um com suas qualidades e defeitos e cada um com uma interação boa ou ruim contra os outros baralhos. Basicamente esse é um jogo de “Pedra, papel ou tesoura”, só que com baralhos, bem mais complexo e não necessariamente com resultados garantidos caso você enfrente um deck favorável.

Quais são os principais decks do formato? De quem eles ganham? Quem ganha deles?

GW Tokens: Descrição AQUI : Exelente deck de planinaltas e fichas, muito resistente contra os controles e decks com criaturas lentas e terrestres, porem tem um jogo ruim contra decks que ignoram o combate no solo ou combos. Ex.: 4 color Rite combo ou UR voadores.

pt138ogw

Bant Company Humanos: Descrição AQUI: Deck muito agressivo, sua principal vantagem é contra todos os outros decks de Companhia Agrupada (mirror) mais lentos ou de combo.

pt177dtk

BW Control: Descrição AQUI:  Excelente contra decks com muitas criaturas, também é favorito contra os outros controladores por ter um “late game” mais poderoso. Entretanto,  sofre contra decks que “Rampam” para cartas mais poderosas que as suas ou decks que tem um jogo sem criaturas como o Blue Prison.

pt119bfz

WW Humanos: Deck mais agressivo do formato, bom contra os decks de Companhia, principalmente os mais lentos, porem sofre muito mais contra os controladores, especialmente os com vermelho, que possuem mais remoções rápidas.

pt43soi

Grix Control: Gameplay AQUI: Esse espanca os decks mais agressivos, mas precisa rebolar contra os seus companheiros controladores e também contra decks com muitos planinautas.

pt104ogw

Rite Company (aristocratas ou combo): Excelente contra os decks com poucas remoções que ficam entupindo o campo de batalha, porem tem muita dificuldade contra os baralhos com remoção em massa.

pt13ogw

RG Ramp: Ótimo contra os decks lentos “midrange” ou “control”. Suas mágicas de fim de jogo são as mais poderosas, mas sofre contra baralhos muito agressivos que matam rápido ou baralhos com anulação para algumas cartas chave. Também é um deck particularmente vulnerável ao grande planinalta Gideon assim como a maioria dos baralhos com vermelho.

 

Todos esses decks mais a categoria  “outros”, que somada é bem representativa, compõem o chamado “field” que é a quantidade esperada de cada deck nos torneios.

Por exemplo, no GP Costa Rica, no dia 2 do torneio, o deck mais representado era o GW tokens (vamos chama-lo de PAPEL) sendo 32 cópias  ou 21,2% dos decks. Isso significa que nesse dia de torneio com 9 rodadas poder-se-ia esperar enfrentar 2 desse baralho na média.

GP COSTA RICA – SETH MANFIELD’S GREEN-WHITE TOKENS, CAMPEÃO!

4 Advogado Silvestre/Sylvan Advocate
2 Protetor do Covil/Den Protector
3 Caminhante Aeródromo/Hangarback Walker
2 Pacifista de Lambholt/Lambholt Pacifist
4 Arcanjo Avacyn/Archangel Avacyn

Mágicas (20)
4 Nissa, Voz de Zendikar/Nissa, Voice of Zendikar
4 Gideon, Aliado de Zendikar/Gideon, Ally of Zendikar
1 Declaração em Pedra/Declaration in Stone
1 Arrogância Trágica/Tragic Arrogance
4 Comando de Dromoka/Dromoka's Command
2 Proteger os Ermos/Secure the Wastes
4 Juramento de Nissa/Oath of Nissa

Terrenos (25)
8 Floresta/Forest
7 Planície/Plains
4 Vista do Dossel/Canopy Vista
2 Abadia de Oestevale/Westvale Abbey
4 Aldeia Fortificada/Fortified Village
60 Cards

Sideboard (15)
1 Protetor do Covil/Den Protector 
1 Caminhante Aeródromo/Hangarback Walker
1 Pacifista de Lambholt/Lambholt Pacifist 
1 Declarar em Pedra/Declaration in Stone
2 Tragic Arrogance 
2 Armadilha Estática/Stasis Snare
1 Envolver em Seda/Silkwrap 
2 Salto Evolucionário/Evolutionary Leap
1 Purgação Angelical/Angelic Purge 
1 Luar Consagrado/Hallowed Moonlight
1 Prender Asas/Clip Wings 
1 Linvala, a Preservadora/Linvala, the Preserver

Logo, se um jogador entrou no torneio sem um plano claro para bater os planinautas ou os tokens podemos dizer que esse jogador não estava preparado para o field e teve menores chances de sucesso.

Agora vamos analisar o caso dos jogadores que escolheram jogar de Collected 4 cores com rito Criptolítico (Tesoura) (4,6% do field). Esse deck é ótimo contra o GW tokens (papel), porém, é péssimo contra o BW control  (pedra1) (segundo mais representado com 17,2%); Péssimo contra o Bant humanos (pedra2) (terceiro mais representado com 9,9%); E péssimo contra o Grix control (Pedra3) (6%). Logo, a chance de um jogador que entrou no dia dois do torneio com um GW tokens (papel) enfrentar um deck tesoura (lembrando que tinha só 4,6% de tesoura) é muito menor que a chance do sujeito que entrou no de 4C rito (tesoura) enfrentar um deck Pedra (somados 34,1% ou 1 terço dos decks).

GP Nova York – SCOTT LIPP’S 4C CRYPTOLITH RITE – TOP 8

Creature (28)
4 Duskwatch Recruiter
4 Loam Dryad
4 Reflector Mage
4 Eldrazi Displacer
4 Catacomb Sifter
3 Brood Monitor
1 Zulaport Cutthroat
4 Elvish Visionary

Instant (4)
4 Collected Company

Enchantment (4)
4 Cryptolith Rite

Land (24)
2 Westvale Abbey
4 Evolving Wilds
1 Island3 Forest
1 Plains
1 Swamp
4 Yavimaya Coast
4 Llanowar Wastes
4 Caves of Koilos
60 Cards

Finalmente, pode-se concluir com esse exemplo simplificado que: Jogar de GW tokens foi uma ótima escolha e jogar de 4C rito foi uma má escolha. Claro que essa lógica se aplica a todos os decks individualmente, mas ai seria muito complexo destrinchar cada “match” para avaliar as chances de sucesso de cada baralho.

O mais importante é tentar observar quais são as tendências dos jogadores e escolher o deck de acordo, ou simplesmente treinar e treinar, observando os baralhos que mais ganham e jogar com eles.

Anúncios